quarta-feira, 7 de junho de 2017

Andrezinho do covil do PT movimentou US$ 12 milhões em contas no exterior

Com O Antagonista


No despacho do juiz Vallisney de Oliveira, obtido por O Antagonista, André Luiz de Souza, o Andrezinho, é acusado de movimentar US$ 12 milhões em contas no Bradesco Grand Cayman, UBS A6 Zurich e Credit Suisse.
Segundo o MPF, os depoimentos de diversos colaboradores "apontam condutas criminosas de corrupção de André Luiz de Souza, constituindo, ainda, indícios contundentes de crimes de lavagem de dinheiro, pela manutenção de contas bancárias no exterior, não declaradas às autoridades brasileiras que eram destinatárias dos valores recebidos de propina, além de beneficiar, ilicitamente, as empresas do grupo Odebrecht".
O MPF diz ainda que "existem indícios de condutas ilícitas em curso, de lavagem e ocultação em valores milionários a André Luiz de Souza, que ainda precisam ser melhor elucidados, o que torna no presidente momento a imprescindibilidade de sua preventiva".
O Antagonista sabe que Andrezinho era o operador do PT no conselho curador do FGTS. Antes, trabalhou diretamente com Clara Ant no Instituto Cidadania, de Lula. O MPF está no caminho certo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário