quinta-feira, 15 de junho de 2017

Trump qualifica como ‘falsa’ notícia de que estaria sendo investigado

Com O Globo


WASHINGTON — O presidente americano, Donald Trump, voltou a usar sua conta no Twitter para desqualificar notícia publicada pelo “Washington Post”, dizendo que ele estaria sendo investigado por obstrução da Justiça pelo promotor especial Robert Mueller.


"Eles fizeram um falso coluio com a história dos russos, não encontraram prova, então agora eles vão para a obstrução da Justiça na história falsa. Bom", escreveu Trump, no Twitter.
De acordo com fontes sigilosas que falaram ao diário americano, o promotor especial — indicado na esteira do escândalo da demissão de James Comey, que teria sido afastado do comando do FBI justamente por Trump por causa das investigações do caso russo — está entrevistando funcionários de Inteligência seniores como parte de uma pesquisa mais abrangente, que agora inclui uma análise sobre uma tentativa pessoal do presidente de tentar obstruir o caso.
Comey acusou Trump de pressioná-lo “a aliviar” a investigação a Michael Flynn — ex-conselheiro de Segurança Nacional da Casa Branca demitido por ligações sigilosas com os russos — e para ajudar a “dissipar a nuvem” que atrapalhava seu governo.
Antes da chegada de Robert Mueller ao caso, o FBI focava nas investigações sobre a intromissão russa durante a campanha presidencial e se havia alguma coordenação entre a campanha de Trump e o Kremlin. Agora, além da obstrução de Justiça, o promotor procura qualquer evidência de possíveis crimes financeiros entre os associados a Trump, disseram autoridades ao “Washington Post”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário