terça-feira, 27 de junho de 2017

Tribunal reverte decisão de Moro e absolve João Vaccari Neto, ex-tesoureiro do covil do PT em processo da Lava Jato

Bernardo Barbosa -  UOL






Folha Imagem
O ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto em foto de 2010
O ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto em foto de 2010

A 8ª Turma do TRF4 (Tribunal Federal Regional da 4ª Região), com sede em Porto Alegre, absolveu nesta terça-feira (27) o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto em processo da Operação Lava Jato.
Na primeira instância, ele foi condenado pelo juiz Sergio Moro, da Justiça Federal do Paraná, a 15 anos e quatro meses de prisão por corrupção, lavagem de dinheiro e associação criminosa. 
Esta havia sido a primeira condenação de Vaccari na Lava Jato, em setembro de 2015. O ex-tesoureiro do PT foi acusado pelo Ministério Público Federal de envolvimento em esquema bilionário de pagamento de propinas em licitações para obras da Petrobras. Segundo a denúncia, Vaccari intermediou repasses de R$ 4,2 milhões para o PT por meio do esquema de desvio de recursos da estatal. 
Em nota, o advogado de Vaccari, Luiz Flávio D'Urso, disse que "a Justiça foi realizada", já que a acusação e a sentença de Moro teriam se baseado "exclusivamente em palavra de delator, sem que houvesse nos autos qualquer prova que pudesse corroborar tal delação."
[ x ]
"O Sr. Vaccari, por sua defesa, reitera que continua a confiar na Justiça brasileira", afirmou D'Urso no comunicado.
Às 15h38, o UOL enviou e-mail à assessoria de imprensa do MPF-PR (Ministério Público Federal no Paraná) para saber se o órgão vai se manifestar sobre a decisão ou recorrer da mesma. A reportagem não havia recebido resposta até o horário da última atualização desta reportagem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário