terça-feira, 20 de junho de 2017

Juiz rejeita queixa-crime de Temer contra Joesley

 Eduardo Gonçalves - Veja


O juiz federal Marcus Vinicius Reis Bastos, da 12ª Vara do Distrito Federal, rejeitou nesta terça-feira a ação de queixa-crime movida pelo presidente Michel Temer contra o empresário Joesley Batista por difamação, calúnia e injúria. O pedido foi feito à Justiça pela entrevista de Joesley à revista Época, na qual o empresário acusou o presidente de ser “chefe da maior  organização criminosa”. “Temer, Eduardo, Geddel, Henrique, Padilha e Moreira. É o grupo deles. Quem não está preso está hoje no Planalto. Essa turma é muita perigosa”, disse o delator à publicação.

“Patente, por conseguinte, a atipicidade das condutas narradas (calúnia, difamação e injúria) e a ausência de justa causa para se instaurar a ação criminal, fato que impõe a rejeição da queixa-crime”, escreveu o juiz no despacho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário