sexta-feira, 23 de junho de 2017

Alemanha e França veem país parado e sem solução, 'com ou sem Temer'

Reprodução
Análise do "Le Monde" critica viagem de Temer a Rússia e Noruega

Nelson de Sá - Folha de São Paulo


Em análise da correspondente Claire Gatinois com o título "A estrela pálida do Brasil na cena internacional" (acima), o jornal francês "Le Monde" criticou a "tentativa vã" de Michel Temer de mostrar, com a viagem a Rússia e Noruega, que "seu país não está paralisado".

Contrastou com "o momento de graça do Brasil" no governo Lula, quando "o ex-metalúrgico se tornou uma 'estrela de rock' do cenário internacional, amigo de George W. Bush e companheiro de Hugo Chávez, despertando a admiração de Barack Obama".

E em entrevista à estatal alemã Deutsche Welle o diretor da Fundação Konrad Adenauer no Brasil, Jan Woischnik, afirmou que, "com ou sem Temer, não há solução à vista para a crise" no país. A fundação é ligada ao partido da chanceler Angela Merkel. Segundo Woischnik, ela visitou Argentina e México e evitou o Brasil, em seu giro recente, porque era "simplesmente impossível, devido à situação política".

Também na quinta, a fundação soltou longo relatório em português com o mesmo teor da entrevista e o enunciado "Sem solução à vista, com ou sem Temer". O relatório havia sido divulgado uma semana antes, no final do giro de Merkel pela América Latina, mas em alemão.



Nenhum comentário:

Postar um comentário