sexta-feira, 9 de junho de 2017

PF volta à JBS, 'organização' vinculada à organização criminosa do Lula

Fábio Serapião, Julia Affonso e Fausto Macedo - O Estado de São Paulo



Em nova operação, Polícia Federal mira agora transações 

que teriam assegurado lucros milionários ao grupo a 

partir do uso de informações privilegiadas sobre as 

delações de seus executivos na Procuradoria-Geral 

da República




JBS. Foto: Ueslei Marcelino/Reuters

A Polícia Federal deflagrou nesta sexta-feira, 9, uma nova etapa das investigações que envolvem a JBS. Agentes da PF estão na sede do grupo, em São Paulo, em busca de documentos que podem ser úteis às investigações que foram instauradas para apurar os lucros milionários que a J&F, controladora da JBS, teve a partir do uso de informações privilegiadas sobre as delações de seus executivos na Procuradoria-Geral da República.
A etapa de hoje cumpre mandados de busca e apreensão. Não há mandados de prisão.
O novo inquérito foi aberto por requisição do procurador-geral Rodrigo Janot.
Os irmãos Joesley e Wesley Batista, principais acionistas do grupo, teriam auferido ganhos extraordinários no mercado de compra e venda de dólares e ações do grupo quando o teor das delações dos executivos estava na iminência de ser conhecido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário