quinta-feira, 1 de junho de 2017

No rastro da propina do Panamericano para o covil do PT

Com O Antagonista

Em sua delação, Joesley Batista contou que João Vaccari lhe pediu emprestado uma conta no exterior para receber recursos para Guilherme Gushiken, filho do ex-ministro Luiz Gushiken.
Joelsey não soube dizer qual a origem do dinheiro, mas o Ministério Público Federal tem uma pista quente: propina do Panamericano. Gushiken atuou como consultor informal na polêmica compra de parte do banco de Silvio Santos pela Caixa.
O caso já é alvo da Operação Conclave, deflagrada em abril. Gushilken, morto em 2013, foi um dos fundadores do PT e era homem de confiança de Lula.

Nenhum comentário:

Postar um comentário