quinta-feira, 1 de junho de 2017

Justiça bloqueia R$ 800 milhões de Joesley por venda de dólares

Eduardo Gonçalves - Veja


Joesley Batista - 10/06/2013

Joesley Batista - 10/06/2013 (Eliária Andrade/Agência o Globo)
Justiça Federal de São Paulo determinou por meio de liminar o bloqueio de 800 milhões de reais das contas de Joesley Batista, dono do grupo J&F, que controla entre outras empresas a produtora de carnes JBS. O confisco do valor se refere ao suposto lucro obtido pela companhia com a compra e venda de dólares às vésperas da divulgação do explosivo teor da delação premiada firmada com a Procuradoria-Geral da República. A decisão foi proferida pelo juiz Tiago Bitencourt de David, da 5ª Vara Federal Cível,  em uma ação popular movida pelos cidadãos Hugo Fizler Chaves Neto e Cristiane Souza da Silva.
“A compra de dólares na véspera do vazamento da delação premiada, por outro lado, nunca foi esclarecida e o fato tanto é verossímil que a CVM (Comissão de Valores Mobiliários) está apurando o ocorrido. Soma-se a isso, ainda, movimentos de venda e compra de ações da JBS antes e após a vinda a público da existência da colaboração e da conversa com o presidente da República”, escreveu o magistrado, que viu na ação da empresa “algum risco ao erário e à ordem econômica”.
Clique aqui para ler a decisão na íntegra.


Nenhum comentário:

Postar um comentário