sábado, 20 de maio de 2017

Temer pode ter sido alvo de um golpe da organização criminosa comandada por Lula. Mas, claramente abriu o flanco. E agora?

Atualizado às 19h07


Que Temer tem culpa em cartório, a torcida do Flamengo sabe.

Afinal, não se recebe num prédio do governo um bandido. Que ficou bilionário ao ocupar espaço na organização criminosa comandada por Lula, o corrupto número 1 do Brasil.

A dupla  Lula-Dilma abriu criminosamente o cofre do BNDES para as manobras de Joesley Batista.

Lula e Dilma contemplaram também com generosos recursos do povo brasileiro outro marginal amigo, Eike Batista.

O que se viu, a partir daí, é história.

Agora, Temer tenta desclassificar o delator Joesley Batista. Parece tarde.

Joesley Batista é a mesma figura que o presidente da República recebeu de forma inconsequente, em março, em 'território' palaciano.

Temer agiu como fizeram outros malandros que chegaram à Presidência da República,  Collor, Lula e Dilma.

O que intriga é a rapidez com que o ministro do STF Edson Fachin aceitou o parecer de Rodrigo Janot e mandou investigar o presidente da República.

Lembrar que Fachin aparece em vídeo durante a campanha presidencial de 2014 pedindo voto para Dilma 'trambique'.

Ainda não estava no Supremo, mas sabia que uma figura a soldo de Lula, o maior corrupto do Brasil, jamais poderia ser séria.

Mas, não por coincidência, acabou no STF. Por indicação de... Dilma 'trambique', a vigarista 'honrada'.

A investigação sobre Temer faz sentido, considerando o conjunto da obra.

Como justificar que Temer tenha mantido no governo figuras expoentes dos governos corruptos Lula e Dilma -  Geddel, Padilha, Moreira Franco, Jucá...

Quer dizer, o atual presidente da República procurou. E achou rápido.

Seria fácil proceder como o fez nas estatais, limpando a área poluída por quadrilheiros lulopetistas, a exemplo da Petrobras, BNDES, Banco do Brasil, Correios...

O fato de a economia apontar melhoras não implica que o presidente da República cometa desatinos, como os efetuados pela dupla corrupta Lula-Dilma.

Com baixíssima aceitação popular e com o Grupo Globo cobrando sua renúncia será difícil se sustentar.

E o Brasil não pode seguir sob uma crise moral e ética que, a persistir, levará a economia a novo tombo.

Temer precisa olhar para o Brasil, não para os seus botões.

Será que o presidente da República consegue pensar grande?

Há indicações de que já se negocia o nome de Henrique Meirelles para substituir Temer e fazer a transição para 2018.

Com o compromisso de continuar as reformas em discussão no Congresso Nacional, a saída pode ser por aí.

Depende de Temer renunciar.





Nenhum comentário:

Postar um comentário