quarta-feira, 22 de maio de 2019

Congresso recua ante o ronco das ruas! Político ruim morre de medo do povo! (Vídeo)

O que há de pior na política brasileira, que é a união da esquerda festiva (PT, PSOL) se uniu ao centrão (PSDB, PP, MDB, PDT e outros) para dar um sossega leão no Presidente Jair Bolsonaro.
Com o apoio de outras corporações que aparelham a estrutura do Estado (como alguns ministros do STF) e que dele se beneficiam (como a grande mídia), têm como ideia central isolar o governo e enfraquecê-lo, e instalar no país uma espécie de "parlamentarismo branco".
Uma minoria que avaliou mal o cenário do país. Julgaram que a população ficaria omissa e afastada do que está acontecendo no Brasil.
Talvez pensassem que Bolsonaro fosse frágil como Collor ou Dilma. Um grande equivoco!
Não perceberam que o governo tem base social e popular sólida, atenta, mobilizada e participativa.
Tanto é assim, que espontaneamente está marcado para domingo próximo uma mobilização popular que promete ser uma das maiores da nossa história republicana.
O povo vai às ruas para exigir a aprovação das leis de combate implacável à corrupção e o fim da impunidade, a reforma da previdência, a apuração de eventuais práticas ilegais por parte de ministros do STF, a reforma administrativa com o fim dos privilégios e a diminuição do Estado, entre outras pautas não menos importantes.
Tudo conforme aprovado pela maioria nas eleições de 2018.
Tentando esvaziar o movimento, os bombeiros fizeram um acerto de bastidores.
Temeroso, mas prudente, o Congresso cedeu e anunciou que vai votar e aprovar na tarde desta quarta-feira (22) a Medida Provisória 870, que reestrutura a Esplanada dos Ministérios, mas sem a criação das pastas das Cidades e da Integração Nacional - tudo conforme o projeto do Governo.
Mas não podemos nos iludir. Não devemos ser seduzidos e embarcar neste canto da sereia. Não se faz negócio bom com gente ruim.
Quem quer mudar o Brasil tem que sair para as ruas no próximo domingo.
A camarilha tem que perceber que o Brasil está sob nova direção.
E que quem dá o sentido das coisas é a vontade popular. E não tem volta, nem acerto!
Assista ao vídeo:

Luiz Carlos Nemetz

Advogado.Vice-presidente e Chefe da Unidade de Representação em Santa Catarina na empresa Câmara Brasil-Rússia de Comércio, Indústria e Turismo e Sócio na empresa Nemetz & Kuhnen Advocacia.
@LCNemetz

Jornal da Cidade

Nenhum comentário:

Postar um comentário