segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

Warren Buffett dobra aposta em ações da Apple em 2017


Warren Buffett em encontro de acionistas da Berkshire em 2015. Rick Wilking/Reuters

Com O Globo e agências internacionais



Nova York - Depois de ter quadruplicado seu investimento na Apple em 2016, o investidor bilionário Warren Buffett, chairman da Berkshire Hathaway Inc, voltou a ampliar suas apostas na empresa em 2017. Ele disse à CNBC nesta segunda-feira que seu conglomerado agora tem 133 milhões de ações da Apple Inc. Isso significa mais que o dobro do montante que tinha em 31 de dezembro.

O valor da participação chega a US$ 18 bilhões, considerando o preço de fechamento das ações de US$ 136,66 na sexta-feira, segundo a “Bloomberg News”. A aquisição de novos papéis se deu antes da divulgação do relatório de ganhos da Apple, divulgado em 31 de janeiro. Buffett afirmou que as ações americanas não estavam em uma “bolha” e destacou o potencial de valorização das ações da Apple.

Ele acredita que, no momento que os consumidores começam a usar os produtos da companha, tendem a não parar. O investidor disse ver que a companhia como uma produtora de itens de consumo e não de tecnologia. O próprio Buffett, no entanto, ostenta um modelo básico de celular de flip e não um iPhone.

— A Apple me parece ter um produto bastante atraente — disse Buffett, acrescentando que o presidente-executivo da Apple, Tim Cook, fez um “ótimo trabalho”.

GANHOS DESDE ELEIÇÃO

Buffett, que disse à rede de televisão a cabo que a Berkshire gastou cerca de US$ 20 bilhões em ações desde pouco antes da eleição dos EUA de 8 de novembro, também disse que o mercado de ações no país estava barato com as taxas de juros nos níveis atuais.

Ele apontou que era extremamente difícil tentar encontrar um piso nos preços das ações e que ele não sabia o que aconteceria no curto prazo no mercado. Ele disse que ações americanas poderiam “cair 20% amanhã”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário