terça-feira, 18 de julho de 2017

Raquel Dodge questiona Janot sobre redução de recursos da Lava Jato

Dodge enviou 40 questionamentos a Janot / Foto: ABr
Dodge enviou 40 questionamentos a Janot
Foto: ABr
Com JC Online


Raquel Dodge, aprovada pelo Senado para assumir a Procuradoria-Geral da República (PGR), em setembro, enviou ao procurador Rodrigo Janot 40 perguntas sobre a proposta orçamentária do Ministério Público para o ano de 2018. Em ofício enviado ao presidente da Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR), Dodge esclareceu que o Conselho Superior irá deliberar sobre a proposta no dia 25 de julho, por isso foi pedido a Janot explicações sobre o orçamento, inclusive da Lava Jato, até está quarta-feira (19).


Entre as questões levantadas por Dodge, está o porquê da redução do orçamento destinado à força tarefa da Lava Jato em Curitiba. O grupo, que deixou de atender exclusivamente a processos ligados à operação, solicitou R$ 1,650 mi, e na proposta apresentada consta apenas a necessidade de repasses no valor de R$ 522 mil.

Raquel quer saber "Qual a razão dessa redução para a FT Lava Jato?" e "qual o valor programado para a Força Tarefa em 2017?". Dodge também inquere o procurador sobre o aumento do dos planos internos de manutenção, além de construções, nomeação de concursados e demais gastos do Ministério Público.

Plano Orçamentário


O plano orçamentário do Ministério Público estabelece quanto o órgão gastará no ano seguinte. De acordo com o ofício de Dodge, nesta quarta-feira (19) os demais membros do MPF enviarão críticas e sugestões à proposta orçamentária, que será deliberada no dia 25 deste mês.

Nenhum comentário:

Postar um comentário