segunda-feira, 31 de julho de 2017

Senado tem contrato de R$ 8,3 milhões para carros de senadores

Contas Abertas 


A gasolina subiu, mas só quem precisa se preocupar com isso é a população. As autoridades não fazem esse tipo de conta. O Senado Federal, por exemplo, acabou de assinar um contrato de R$ 8,3 milhões para o aluguel de veículos. Os valores incluem também o fornecimentos de combustíveis para os deslocamentos.
De acordo com o contrato, a empresa Quality Aluguel de Veículos será responsável pela prestação de serviços de locação de veículos automotores, sem motorista, incluindo manutenção preventiva e corretiva dos veículos, além do fornecimento de combustível, lavagem automotiva, seguros, taxas e impostos.
O carros devem atender os senadores, o diretor-geral da Casa, assim como o secretário-geral da Mesa e o presidente do Senado, senador Eunício de Oliveira (PMDB-CE).
O contrato mostra que ao todo são 85 carros zero quilômetro a serem utilizados pelos próximos 30 meses. Do total, 83 veículos são do modelo Sentra, sedan, na cor preta com potência mínima de 140 CV. A direção hidráulica ou elétrica, e, o carros possuem ar condicionado, barras de proteção lateral contra impactos, vidros com acionamento elétrico nas quatro portas, travas elétricas nas quatro portas, airbag duplo frontal e lateral, sistema de freios a disco nas quatro rodas.
Na lista de “características” dos veículos ainda estão ABS e EBD nas quatro rodas, película anti-vandalismo nos vidros laterais e traseiro com transparência mínima prevista em lei, bancos com revestimento em couro, encosto de cabeça em todos os bancos dianteiros e traseiros com regulagem de altura, central multimídia e jogo de tapetes emborrachado.
Já os outros dois veículos são do modelo New Azera V6, também nas cor preta. O carro tem potência mínima de 250 CV, direção hidráulica ou elétrica, ar-condicionado com Dual Zone, barras de proteção lateral contra impactos, vidros com acionamento elétrico nas quatro portas, alarme e travas elétricas nas quatro portas, airbag duplo frontal e lateral, sistema de freios a disco nas quatro rodas,
Assim como os outros carros, esses dois contam com ABS e EBD nas quatro rodas, película anti-vandalismo nos vidros laterais e traseiro com transparência mínima prevista em lei, bancos com revestimento em couro, encosto de cabeça em todos os bancos dianteiros e traseiros com regulagem de altura.
No entanto, esses dois carros, contarão com uma central Multimídia mais moderna, com tela touch com rádio integrado com leitor de CD, MP3, GPS, DVD, Bluetooth e USB. Além disso, também estão equipados com câmera de ré e comandos no volante, jogo de tapetes emborrachado, luzes estroboscópicas de LED nas lanternas dianteiras e traseiras, equipado com os demais itens e acessórios de segurança exigidos por lei, não sendo permitida a instalação de qualquer tipo de dispositivo adicional.
No Senado, cada parlamentar tem direito a um carro oficial alugado além dos institucionais. Em 2015, a Casa tinha 127 veículos locados e dois oficiais. Em 2011, a primeira-secretária da Casa decidiu não ter mais frota própria para reduzir gastos com manutenção, peças, lavagem e equipamentos - uma economia estimada em R$ 2,6 milhões.

Nenhum comentário:

Postar um comentário