sexta-feira, 28 de julho de 2017

André Gustavo Vieira, marqueteiro preso, entrou no 'BNDES de Mantega'

Com O Antagonista



O marqueteiro André Gustavo, preso ontem por intermediar propina a Aldemir Bendine, é velho conhecido em Brasília. Ele abocanhou o contrato de publicidade do BNDES em 2005, justamente na gestão de Guido Mantega.
Na busca e apreensão feita durante a Operação Xepa, a PF encontrou na casa de seu irmão e sócio Antônio Carlos uma planilha com o faturamento daquele contrato, que durou até 2009.
Também foi achado um requerimento do deputado André Moura para convocar André Gustavo a depor na CPI do BNDES de 2015, para que explicasse como a Arcos ganhou uma conta de R$ 8,2 milhões que depois passou a R$ 30 milhões e ainda sofreu aditivo de R$ 7,5 milhões.

Nenhum comentário:

Postar um comentário