segunda-feira, 31 de julho de 2017

Bendine tinha conta corrente de propina com Antônio Carlos, sócio da Arcos e irmão de André Gustavo

Com O Antagonista



No pedido de prisão preventiva, acatado por Sérgio Moro, o MPF mostra que Antônio Carlos, sócio da Arcos e irmão de André Gustavo, "utilizou recursos de origem criminosa para arcar com despesas de hotéis para a família Bendine" em Nova York.
Para o MPF, "há fortes indicativos" de que Bendine mantinha com a dupla de marqueteiros "uma conta-corrente de propina, cujos valores iam sendo utilizados à medida da necessidade do então presidente da Petrobras e familiares".

Nenhum comentário:

Postar um comentário