sexta-feira, 28 de julho de 2017

Dallagnol cita soltura de Dirceu, capitão da organização criminosa do Lula, para criticar o Judiciário

Com O Antagonista

Na entrevista à revista Exame, Deltan Dallagnol afirmou que "a lentidão do sistema judiciário" é o principal entrave às investigações de corrupção.
O procurador comentou:
"Essa ineficiência gera um sistema prescricional, que, em razão da demora nos processos, acaba favorecendo a impunidade. Além disso, as penas relativas aos casos de corrupção são baixas, e não raro o réu é solto depois de cumprir 25% da pena. Por exemplo, personagens centrais do mensalão, como José Dirceu, Valdemar da Costa Neto e Pedro Henry, tiveram penas de pouco mais de sete anos de prisão. Um ano depois já começaram a cumprir prisão domiciliar. Dois anos depois já estavam indultados. É um sistema que coloca os direitos da sociedade em segundo plano e o dos indivíduos em primeiro."

Nenhum comentário:

Postar um comentário