segunda-feira, 3 de julho de 2017

Balança comercial tem superávit de US$ 36,2 bi no 1º semestre, melhor resultado desde 1989

Manoel Ventura - O Globo

Com as exportações subindo a taxas maiores que as importações, a balança comercial brasileira registrou, no primeiro semestre deste ano, um superávit de US$ 36,2 bilhões. O número representa o melhor resultado comercial para o período desde 1989, quando teve início a série histórica do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (Mdic).
O maior saldo comercial para o primeiro semestre havia sido registrado no ano passado, quando foi contabilizado um superávit de US$ 29 bilhões.
O saldo comercial positivo nos seis primeiros meses deste ano foi puxado por uma alta de 19,3% nas exportações, que fecharam o mês US$ 107,7 bilhões. As importações subiram menos e fecharam o semestre em US$ 71,5 bilhões, alta de 7,3% na comparação com o mesmo período do ano passado.
O perfil da balança mostra também que os empresários brasileiros estão exportando, em média, com o preço maior em dólar. No primeiro semestre, o volume exportado aumentou 1,8%, enquanto o preço subiu 17,6. Nas importações, o valor médio dos produtos desembarcados cresceu 4,2%, e o volume importado subiu 2,9%.
Em junho, a balança também registrou um superávit recorde, de US$ 7,2 bilhões. O número também é o melhor resultado para o mês desde de 1989. Até agora, o maior superávit para os meses de junho havia sido registrado em 2009.
No mês passado, as exportações somaram US$ 19,8 bilhões, alta de 23,9%, na comparação com junho de 2016. As importações brasileiras encerraram o mês em US$ 12,6 bilhões, aumento de 3,3% na comparação com o ano passado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário