segunda-feira, 3 de julho de 2017

Comissão de Ética da Presidência vai investigar Kassab, Geddel, Marcos Pereira, Mantega e Pimentel


Naira Trindade - O Estado de São Paulo

Ilustração: Kleber Sales/Estadão
A Comissão de Ética Pública da Presidência abriu procedimento para investigar os ministros de Michel Temer, Gilberto  Kassab (Comunicações) e Marcos Pereira (MDIC). Também tiveram procedimento aberto os ex-ministros Geddel Vieira Lima (Governo), Guido Mantega (Fazenda), além do vice-corporativo da Caixa, Antonio Carlos Ferreira, e do governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel.
O colegiado decidiu, em reunião extraordinária, abrir investigação após analisar o conteúdo da colaboração premiada prestada pelos irmãos Joesley e Wesley Batista e o empresário Ricardo Saud, da JBS. Eles fizeram delação no âmbito da Operação Lava Jato. “Após análise exaustiva dos áudios e documentos disponibilizados, o colegiado decidiu determinar a abertura de processo de apuração ética em face das seguintes autoridades e ex-autoridades, que ocupavam cargos sujeitos à competência da CEP à época em que teriam ocorrido os fatos imputados nas referidas delações”. Todos têm dez dias para prestarem esclarecimentos a contar da notificação.
A defesa. Em nota, Kassab diz que “sempre pautou sua atuação pela ética e pelo cumprimento das leis.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário