domingo, 7 de maio de 2017

Moro pede para apoiadores não irem a Curitiba no interrogatório de Lula

O juiz Sergio Moro
O juiz Sergio Moro Foto: Geraldo Bubniak/Agência O Globo

O Globo


O juiz Sérgio Moro divulgou um vídeo pelo Facebook em que pede para os apoiadores da Lava-Jato não irem a Curitiba na próxima quarta-feira, data do interrogatório do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no processo sobre o tríplex no Guarujá. O magistrado alega que o apelo tem o objetivo de evitar confusão.

— Eu tenho ouvido que muita gente que apoia a Lava-Jato pretende vir a Curitiba manifestar esse apoio. Ou pessoas mesmo de Curitiba pretendem vir aqui manifestar esse apoio. Esse apoio sempre foi importante, mas nessa data ele não é necessário. Tudo que se quer evitar é alguma espécie de confusão e conflito. E acima de tudo não quero que ninguém se machuque e se envolva em eventual discussão. Minha sugestão: não venham, não precisa. Deixa a Justiça vai fazer o seu trabalho. Tudo vai ocorrer com normalidade.
Moro também afirma que não costuma “usar a rede social para transmitir um recado, mas fará isso dessa vez”.

— O interrogatório é uma oportunidade que o senhor ex-presidente vai ter para se defender. É um ato normal do processo. Nada de diferente ou anormal vai acontecer nesta data, apenas esse interrogatório — afirma também Moro, na gravação.

O vídeo foi postado na página “Eu Moro com ele”, criada pela mulher do juiz, Rosangela Wolff Moro. A comunidade, que faz trocadilho com o sobrenome do magistrado, tem 716 mil seguidores.

O PT e os movimentos sociais ligados ao partido estão organizando caravanas para Curitiba e pretendem reunir milhares de pessoas na cidade durante o depoimento de Lula.


Nenhum comentário:

Postar um comentário