quarta-feira, 10 de maio de 2017

Maior corrupto da história do Brasil, Lula é interrogado pelo juiz Sérgio Moro

O Estado de São Paulo



10/05/2017, 09h13

ACOMPANHE AO VIVO

  ATUALIZAR

  • 15h01
    10/05/2017
    Ao mesmo tempo em que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva chegava ao prédio da Justiça Federal, às 13h50, um Pixuleco, nome dado ao boneco inflável com 20 metros de altura no formato do ex-presidente em uma roupa de presidiário, era erguido em frente ao Museu Oscar Niemeyer, no Centro Cívico, em Curitiba (PR). 
    O local, ocupado por cerca de 200 manifestantes, reúne os apoiadores do juiz federal Sérgio Moro. Aos gritos de "Aqui é Curitiba, petista não se cria" e a"Nossa bandeira jamais será vermelha", o grupo pretende permanecer no local até a noite.
    A pedagoga e artista plástica Vânia Dalmaz, uma dos coordenadores do Movimento Mais Brasil, disse que o dia é histórico e espera uma punição para Lula e todos os políticos denunciados pela operação.
    "É uma data muito importante, seria um julgamento qualquer, mas essa audiência envolve um ex-chefe da nação, mostra que podemos mudar este país e o juiz Sergio Moro deu início a isso", comentou.
    Para a educadora Elizeth de Souza, o fato de Lula estar frente a frente com Moro é um fato "simbólico". Para ela, que segurava uma bandeira do Brasil no período monárquico, o sistema deveria mudar também. "Esse regime de presidencialismo de coalizão leva a todos os partidos se venderem, só se governa comprando outros partidos", disse, sem confirmar sua preferência pela monarquia. (Julio Cesar Lima, especial para o Estado)
  • 14h51
    10/05/2017
    Polícia Militar em frente à sede da Justiça Federal, em Curitiba
    Foto: Heuler Andrey/AFP
    Heuler Andrey/AFP
  • 14h44
    10/05/2017
    Começou às 14h17 a audiência de interrogatório do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao juiz Sérgio Moro na Justiça Federal de Curitiba, na ação em que é acusado de ter recebido R$ 3,7 milhões de propinas da OAS do caso do tríplex do Guarujá. É a primeira vez que o petista e Moro estarão frente a frente. A expectativa de advogados e aliados é que interrogatório termine antes das 17h.
    Advogados convocaram uma entrevista coletiva para as 18h, quando devem falar sobre o depoimento. Os vídeos serão disponibilizados pela Justiça Federal cerca de uma hora depois.
    Manifestantes favoráveis ao petista que estavam na rua de acesso ao prédio recuaram e foram até a praça Santos Andrade, onde ocorre um ato político em apoio a Lula. Há uma expectativa de que o ex-presidente participe do ato após o depoimento, mas a decisão será tomada por ele somente após o encerramento do interrogatório, dizem aliados. (Daniel Weterman, enviado especial)
  • 14h37
    10/05/2017
    Lula chega para depor ao juiz Sério Moro, ao lado de manifestantes e parlamentares do PT. Assista ao vídeo.
  • 14h32
    10/05/2017
    Depoimento de Lula: Emanuel Bomfim e Fausto Macedo analisam a expectativa do primeiro depoimento do ex-presidente em Curitiba, com o juiz Sérgio Moro. Assista ao vivo:

  • 14h28
    10/05/2017
    Manifestantes contrários a Lula se encontram em frente ao Museu Oscar Niemeyer, com bonecos do ex-presidente preso e passaporte da "República de Curitiba". Foto: HEULER ANDREY/AFP
    HEULER ANDREY/AFP
  • 14h22
    10/05/2017
    Começa, agora, a audiência de interrogatório do ex-presidente Lula ao juiz Sérgio Moro. 
  • 14h18
    10/05/2017
    Apoiadores de Lula e militantes que defendem a condenação do ex-presidente na Lava Jato se manifestam em locais próximos ao prédio da Justiça Federal, onde ele começa a prestar depoimento.
    Organizada em caravanas, a Frente Brasil Popular (FBP) diz ter reunido cerca de 20 mil pessoas em Curitiba. A Secretaria de Segurança do Estado informou que cerca de 7 mil pessoas chegaram em ônibus à cidade, mas ainda não divulgou estimativa de público no ato.
    Há grupos menores contrários a Lula, em geral moradores da cidade, em frente ao Museu Oscar Niemeyer e no Centro Cívico. O Movimento Brasil Livre (MBL) não divulgou estimativa de público até agora. Alguns carregam o 'Pixuleco', boneco inflável que representa o ex-presidente em roupa de presidiário.
    Não há registro de confrontos entre os grupos até agora. Apoiadores de Lula afirmam que alguns manifestantes foram retirados à força da frente do prédio da Justiça. O bloqueio no entorno vai permanecer até o final do depoimento de Lula. Depois, os militantes esperam que o ex-presidente participe de ato público na Praça Santos Andrade, próxima ao local.
    Foto: Alex Silva/Estadão
  • 13h59
    10/05/2017
    Lula chegou de carro e desceu cerca de 50 metros antes do bloqueio colocado pela Polícia Militar, sendo recebido por apoiadores, que entoavam gritos em sua defesa.
    Lula andou entre os manifestantes segurando uma bandeira do Brasil. Após passar pelo bloqueio, acenou para os apoiadores e entrou em um carro para ser conduzido até o local do interrogatório. Acompanhavam o ex-presidente os senadores Gleisi Hoffmann (PT) e Lindbergh Farias (RJ). O presidente do Instituto do Lula, Paulo Okamotto, o aguardava no local. (Daniel Weterman, enviado especial)
  • 13h53
    10/05/2017
    Acompanhado de assessores, advogados e procuradores, Lula chegou escoltado por viaturas e seguranças ao prédio da Justiça Federal do Paraná. O ex-presidente se encaminha neste momento à sala de audiências onde prestará depoimento ao juiz Sérgio Moro, que está no edifício desde a manhã.
    O interrogatório deve se estender durante a tarde e será gravado e divulgado posteriormente pela Justiça Federal. (Ricardo Brandt, Ricardo Galhardo e Daniel Weterman, em Brasília)
    Foto: Wilton Junior/Estadão
    Foto: Wilton Junior/Estadão
  • 13h47
    10/05/2017
    No dia em que o ex-presidente Luiz Inacio Lula da Silva prestará depoimento para o juiz Sérgio Moro, sob um forte esquema de segurança, o presidente Michel Temer aproveitou uma cerimônia no Palácio do Planalto para dizer que ‘precisamos pacificar e ter mais tranquilidade no país’.

    “O país não pode ficar nesse embate de brasileiro contra brasileiro”, disse. “E precisoeliminar uma certa raivosidade que muitas vezes permeia a consciência nacional. Precisamos ter paz e tranquilidade e saber que nada vai impedir que o Brasil continue a trabalhar”, completou. (Carla Araújo)

    Foto: Dida Sampaio/Estadão
    Dida Sampaio/Estadão
  • 13h45
    10/05/2017
    O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva está chegando de carro à sede da Justiça Federal do Paraná para ser interrogado pelo juiz Sérgio Moro. O depoimento está marcado para começar às 14 horas, e não poderá ser acompanhado ao vivo pela imprensa. (Ricardo Galhardo)
  • 13h35
    10/05/2017
    Ao chegar a Curitiba, Lula manifestou indignação com a decisão judicial que suspende as atividades do Instituto Lula. Leia a reportagem completa do repórter Ricardo Galhardo.
    Foto: Eraldo Peres/AP
    Foto: Eraldo Peres/AP
  • 13h32
    10/05/2017
    O esquema de segurança montado para o dia do depoimento do ex-presidente Lula em Curitiba foi batizado de Operação Civitas. Foram escalados agentes das polícias Militar, Civil, Federal e Rodoviária Federal para atuar até o final do dia. As tropas aguardam a chegada de Lula a qualquer momento ao prédio da Justiça Federal, no bairro Ahu. (Ricardo Brandt)
  • 13h15
    10/05/2017
    Acompanhe no Facebook do Estadão imagens ao vivo da movimentação no entorno do prédio da Justiça Federal em Curitiba, onde o ex-presidente Lula presta depoimento daqui a pouco.

Nenhum comentário:

Postar um comentário