sexta-feira, 21 de abril de 2017

Saiba como 'Carinhoso', que completa cem anos, virou um símbolo do choro

Folha de São Paulo


No domingo (23), o compositor, instrumentista, maestro e arranjador carioca Pixinguinha (1897-1973) completaria 120 anos —desde 2000, na data também se comemora o Dia Nacional do Choro. No ano em que a música "Carinhoso" completa cem anos, separamos curiosidades sobre o compositor.
*
1. INTÉRPRETES DA MÚSICA:
"Carinhoso" ganhou inúmeras versões de cantores brasileiros, entre eles Marisa Monte e Paulinho da Viola, Elis Regina, Alcione, Caetano Veloso, Toquinho, Nelson Gonçalves, Hamilton de Holanda, Margareth Menezes e Tom Jobim. Ouça algumas das versões:

Em homenagem ao centenário da obra, o Instituto Moreira Salles gravou uma versão com Zélia Duncan, Monarco, Chico Buarque, Joyce e Carminho:

PUBLICIDADE

*
2. VERSÃO EM INGLÊS E FILMES
"Carinhoso" ganhou versão em inglês, composta por Ray Gilbert, "Love Is Like This", que está no filme norte-americano "Romance Carioca" (1950):
A música também integrou as trilhas sonoras dos filmes "O Dragão da Maldade Contra o Santo Guerreiro" (1969), de Glauber Rocha, "Chega de Saudade" (2007), deLaís Bodanzky, e "Os Desafinados" (2008), de Walter Lima Jr.
*
3. NOVELA
Na novela "Carinhoso" (1973), da Rede Globo, a canção Pixinguinha foi o tema de abertura. A trama era baseada em Cecilia, personagem de Regina Duarte.

Assista a abertura da novela:

*
4. CRIADOR E AGLUTINADOR DE UMA NOVA IMAGEM DA MÚSICA:

Divulgação
O instrumentista e compositor Pixinguinha posa para foto tocando flauta, em 1967. (Foto: Divulgação) *** DIREITOS RESERVADOS. NÃO PUBLICAR SEM AUTORIZAÇÃO DO DETENTOR DOS DIREITOS AUTORAIS E DE IMAGEM ***
O instrumentista e compositor Pixinguinha posa para foto tocando flauta, em 1967

Segundo o compositor e bandolinista Hamilton de Holanda, Pixinguinha criou uma linguagem nova. "O violinista Dino 7 Cordas inventou o jeito de tocar o violão de 7 cordas a partir dos fraseados do saxofone de Pixinguinha, que ele tentava reproduzir no violão. Ou seja, foi criado um instrumento novo a partir do Pixinguinha. Os primeiros arranjos orquestrais da música popular do Brasil principalmente foram criados por Pixinguinha, ele foi um aglutinador de ideias", explica.

Além disso, o cantor influencia o choro até hoje. "Eu não conheço um instrumentista do meio do choro que não tenha sido influenciado pelo Pixinguinha, não só do Brasil como do mundo inteiro, porque tem Clube do Choro no mundo inteiro, como no Japão, Israel, Itália, Portugal e Estados Unidos. Esses músicos vêm para o Brasil pesquisar e o Pixinguinha é sempre o nome mais pesquisado e comentado", explica a pesquisadora Roberta Valente.

*
5. SÍMBOLO DO CHORO:

Considerado um gênero musical puramente instrumental, "Carinhoso" faz parte dos "10%", segundo Hamilton de Holanda, que contém letra. Composta por Pixinguinha, a melodia ganhou letra com João de Barro e foi gravada por Orlando Silva em 1937.

"Pixinguinha deixou a música na gaveta por anos porque achava que ela não tinha a estrutura do choro porque ['Carinhoso'] têm duas partes e normalmente o choro têm três".

Apesar disso, Hamilton afirma que a música é considerada um símbolo do choro pelo "tipo de melodia e harmonia, que acabou ganhando uma letra depois" e se tornou "um choro-canção. O que ele [Pixinguinha] fez de importante foi sintetizar as ideias e acho que 'Carinhoso' é uma síntese do que ele conseguiu fazer"

Adhemar Veneziano/Editora Abril
O instrumentista e compositor Pixinguinha. (Foto: Adhemar Veneziano/Editora Abril) *** DIREITOS RESERVADOS. NÃO PUBLICAR SEM AUTORIZAÇÃO DO DETENTOR DOS DIREITOS AUTORAIS E DE IMAGEM ***
O instrumentista e compositor Pixinguinha

Nenhum comentário:

Postar um comentário