sábado, 30 de março de 2019

Beto O'Rourke lança campanha à Presidência dos EUA

Ex-congressista do Texas, Beto O'Rourke cumprimenta apoiadores ao lançar campanha presidencial em El Paso Foto: PAUL RATJE 30-03-2019 / AFP
Ex-congressista do Texas, Beto O'Rourke cumprimenta apoiadores ao lançar campanha presidencial em El Paso Foto: PAUL RATJE 30-03-2019 / AFP

EL PASO, TEXAS — Jovem democrata que capturou a atenção nacional no ano passado com uma campanha inesperada no estado conservador do Texas, Beto O'Rourke, de 46 anos, lançou neste sábado formalmente sua candidatura à Presidência, em El Paso, sua cidade natal. O congressista prometeu levar à campanha partidária uma dinâmica unificadora, valores progressistas e uma mudança geracional dos políticos.

O parlamentar de três mandatos se tornou um sucesso entre os democratas com sua campanha pelo Senado junto ao eleitorado texano. Ele perdeu a disputa, mas quebrou recordes de arrecadação de fundos, concorrendo com uma plataforma progressista que pode servir de modelo para democratas em 2020.
— Este é o momento da verdade para nós — disse ele a uma multidão entusiasmada de pelo menos mil pessoas.
Ao discursar a alguns quarteirões da fronteira com o México, O'Rourke destacou uma de suas maiores diferenças com o homem espera que suceder na Casa Branca, Donald Trump, sem mencionar o presidente dos Estados Unidos. Enquanto o republicano promete a construção de um muro na divisa e ameaça fechá-la à imigração, o jovem democrata ressaltou que "um país de migrantes e requerentes de asilo e refugiados (OMS) são a premissa de nossa força, nosso sucesso e, sim, nossa segurança".
Em crítica implícita a Trump, ele disse que seu povo era mais seguro por causa de seus imigrantes, e não mais perigoso. Se eleito, o democrata disse que vai pressionar por uma reforma abrangente da imigração, que, segundo o congressista, reunirá famílias separadas na fronteira e "tirará milhões de migrantes sem documentos" das sombras.
Ao lançar a campanha, o política listou as prioridades de sua plataforma: refazer a economia "que funciona muito bem para poucos", organizar "um seguro de saúde universal de alta qualidade" e aproveitar "a última e melhor esperança para evitar uma catástrofe" climática.
O'Rourke pediu aos Estados Unidos que reduzam suas guerras no exterior, fortaleçam suas alianças e "ponham fim a essas relações amorosas com ditadores e homens fortes".sua mensagem foi claramente dirigida não apenas para o povo de El Paso, mas para os democratas em todo o país, enquanto o partido se prepara para uma ampla campanha pelo posto de desafiante de Trump na eleição de 2020.

Esperança democrática

O'Rourke disse que ajudou a aumentar o número de eleitores no Texas, particularmente entre os jovens, a alguns dos níveis mais altos em anos. Ele havia anunciado sua intenção de concorrer à Presidência em meados de março. Em um dia, levantou doações no valor de US$ 6,1 milhões, o que lhe deu relevância imediata em uma disputa democrata lotada de candidatos.
Desde então, o congressista vem fazendo campanha, geralmente na frente de grandes multidões, em estados com votação antecipada, como Iowa e New Hampshire.
Este ex-membro da Câmara dos Representantes (de 2013 a 2019) do Congresso que era um roqueiro punk. O bom resultado no Texas, de voto tradicionalmente conservador, o alçou como uma das esperanças dos democratas nas eleições de 2020, com o apoio de muitas celebridades, incluindo a estrela Beyoncé, nativa de Houston.
Com as doações coletadas em março passado ele eclipsou o resultado do veterano Bernie Sanders — senador independente de Vermont, na extremidade esquerda do espectro político — e chegou ao topo das pesquisas na corrida pela nomeação democrata entre 16 candidatos declarados.
Por outro lado, o ex-vice-presidente de Barack Obama, o centrista Joe Biden, de 76 anos, cuja candidatura ainda não foi oficializada, ainda está em alta nas pesquisas.
No lado republicano, apenas um ex-governador moderado, Bill Weld, foi lançado contra Donald Trump. Mas o presidente dos Estados Unidos recebeu "apoio incondicional" do partido e goza de grande popularidade entre os eleitores republicanos, quase 90%.

O Globo e AFP

Nenhum comentário:

Postar um comentário