segunda-feira, 30 de julho de 2018

Simone Tebet disputa governo do MS

A senadora Simone Tebet substituirá o preso André Puccinelli na disputa pelo governo do MS
Preso desde 20 de julho, André Puccinelli desistiu de disputar o governo do Mato Grosso do Sul pelo MDB. Será substituído pela senadora Simone Tebet, líder do partido de Michel Temer no Senado. Decidida neste domingo (29), a troca terá de ser formalizada em convenção estadual da legenda, marcada para o próximo sábado (4).
Ex-governador do Estado, Puccinelli é investigado numa operação batizada pela Polícia Federal de Lama Asfáltica. É acusado de corrupção e lavagem de dinheiro. Já havia sido preso em 2017. Mas passara apenas um dia na cadeia. A nova prisão é preventiva, sem prazo para terminar.
O MDB local vinha adotando um discurso semelhante ao do PT federal. Alegava-se que, a exemplo de Lula, Puccinelli enfrenta uma “perseguiução política”. Dizia-se que a candidatura do preso seria mantida. Entretanto, o próprio Puccinelli pediu para ser substituído.
Simone Tebet visitou o correligionário na prisão no último sábado. Disse ter ouvido dele “um apelo pessoal”. Aquiesceu: “Na situação em que ele está, uma situação degradante, com 21 pessoas, eu não tinha como negar.”
De acordo com as pesquisas, a corrida para o governo do Mato Grosso do Sul é liderada pelo juiz aposentado Odilon de Oliveira (PDT). Antes de ser detido, Puccinelli disputava uma vaga no segundo turno com o atual governador, Reinaldo Azambuja (PSDB), que pleiteia a reeleição.
Com Blog do Josias, UOL

Nenhum comentário:

Postar um comentário