sábado, 15 de julho de 2017

Se acionado, Supremo deve manter condenação de Lula

O Estado de São Paulo
SINAIS PARTICULARES – LUIZ INÁCIO LULA DA SILVA
ILUSTRAÇÃO – KLÉBER SALES
Caso o Tribunal Regional Federal da 4ª Região mantenha a condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a tendência é de que o STF confirme a sentença de 9 anos e 6 meses de prisão contra ele. Ministros ouvidos pela ‘Coluna’ dizem que dificilmente a Corte entraria na discussão levantada pela defesa sobre a validade das provas colhidas no processo. Segundo um magistrado, o plenário só reverteria a condenação se fosse encontrado um “erro rombudo”, uma “ilegalidade flagrante”, fato que, se existir, será verificado na 2.ª instância e não chegaria no Supremo.
Guenta aí. Outras duas ações penais contra Lula que tramitam em Curitiba ainda não tiveram a instrução finalizada, o que significa dizer que o juiz Sérgio Moro vai demorar para dar sua sentença. O petista já foi condenado no caso do triplex no Guarujá.
Estatística. Das 48 decisões do TRF envolvendo a Lava Jato, 30 foram para manter ou aumentar a pena dada por Moro.
Sozinho. Governistas registraram que o prefeito de São Paulo, João Doria, foi um dos raros tucanos a elogiar publicamente a condenação de Lula e a criticar o adversário petista. Foi contabilizado que o PSDB anda com mais pressa para bater no ‘aliado’ Michel Temer do que no PT.

Nenhum comentário:

Postar um comentário