segunda-feira, 10 de julho de 2017

Microsoft vai 'aposentar' o Windows Phone 8.1

Windows Phone enfrenta escassez de aplicativos

O Estado de São Paulo

Sistema lançado em 2014 deixará de receber novas atualizações, mas ainda terá patches de segurança; meta da empresa é fazer usuários migrarem para Windows 10 Mobile


A partir desta terça-feira, 11, a Microsoft vai deixar de oferecer suporte para o Windows Phone 8.1, sistema operacional utilizado em celulares e tablets que responde por 70% da base de usuários móveis da empresa. 

A meta da empresa é que os usuários façam a atualização para o Windows 10 Mobile, sua plataforma mais recente para dispositivos móveis. A versão mais recente do sistema está presente em apenas 20% dos smartphones com sistema Windows, segundo dados da empresa de pesquisa AdDuplex. 
O anúncio pode causar confusão, mas calma: ao contrário do que aconteceu em outros sistemas, o Windows Phone 8.1 continuará recebendo ajustes e atualizações de segurança. Além disso, o sistema não recebia grandes atualizações desde dezembro de 2014, com o pacote Lumia Denim – o fim do suporte apenas torna oficial algo que já acontecia de forma prática. 
Nem todos os usuários, porém, vão ter a chance de fazer a atualização. O melhor jeito de descobrir isso é usar o aplicativo Supervisor de Atualização, disponível para download gratuito na loja de aplicativos da Microsft. Com o app, é possível descobrir se o seu smartphone Windows poderá ser atualizado para o Windows 10 Mobile.
De qualquer forma, é mais um passo importante para mostrar que a Microsoft abandonou o desenvolvimento de sistemas operacionais para dispositivos móveis, além da fabricação de celulares e tablets. A empresa bem que tentou, mas chegou atrasada ao mercado: enquanto a Apple apresentou o iPhone em 2007 e o primeiro celular com Android surgiu um ano depois, a Microsoft só apresentou seu Windows Phone em 2012, quando o mercado já estava maduro.
Hoje, a estratégia da Microsoft parece não está nos smartphones, mas nos serviços dentro deles, como o pacote de produtividade Office e a assistente pessoal Cortana. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário