quarta-feira, 5 de julho de 2017

Contrato de Palocci com a JBS previa 'êxito' de 0,10%

Com O Antagonista

O contrato de consultoria de Antonio Palocci com a JBS, entregue à PF e obtido com exclusividade por O Antagonista, previa o pagamento da chamada "comissão de êxito" no valor equivalente a 0,10% do negócio, "até o limite de R$ 2 milhões".
O documento previa ainda um adiantamento de honorários de R$ 500 mil.
Na planilha de repasses revelada mais cedo, além dos valores mensais da consultoria política de Palocci, há sete pagamentos acima de 230 mil ocorridos entre agosto de 2009 e fevereiro de 2010.
São valores líquidos, já descontados os impostos, que coincidem com o previsto no documento contratual e, mais, com a compra da norte-americana Pilgrim's - com dinheiro do BNDES.

Nenhum comentário:

Postar um comentário