sábado, 22 de julho de 2017

Após reforma, sindicatos desaceleram repasses e Dieese diz que pode ficar sem pagar salários

Painel - Folha de São Paulo


Mão fechada Com dúvidas sobre as chances reais de o governo criar uma contribuição para compensar o fim do imposto sindical, parte das centrais começou a segurar dinheiro em caixa.
Dor no bolso O Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos), que vem passando por dificuldades financeiras há meses, já sente os efeitos desse contingenciamento. Hoje, o repasse dos sindicatos representa 60% do total de sua receita.
Passar o chapéu Em mensagem enviada a sindicalistas esta semana, um dos diretores do Dieese disse que a entidade corre risco de não conseguir pagar o salário de seus funcionários e fez apelo para que as centrais fizessem um aporte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário